www.hojeamazonia.com.br

OPÇÕES
Logo
Sábado, 02 de julho de 2022

Cidades

CANDEIAS VIRA ALVO CONSTANTE DE OPERAÇÕES POLICIAIS E VEREADORES OMISSOS NÃO FISCALIZAM AS AÇÕES DO EXECUTIVO

O correto era que fizessem uma Comissão Parlamentar de Investigação para apurar os fatos.

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Está se tornando rotineiras, as operações policiais que visam coibir ações ilícitas praticadas na gestão municipal no município de Candeias do Jamari. A ultima aconteceu recentemente e culminou no afastamento do secretário municipal de saúde Valter Queiroz por um período de 60 dias. Houve o cumprimento de mandatos de busca e apreensão de documentos que irão contribuir na investigação dos fatos que visam apurar desvios e direcionamento de licitações a dois empresários que também estão sendo investigados.

Em um texto publicado por Valter Queiroz no grupo de whats zap dos secretários municipais de saúde do estado de Rondônia, o secretário afirma estar sendo vítima da imprensa marrom e de denuncias infundadas.

Vereador Júnior Silva

Por outro lado, a maioria dos vereadores que compõe a Câmara Municipal e cuja uma de suas atribuições é exatamente fiscalizar as ações do executivo municipal e de seus auxiliares direto se faz de cegos, surdos e mudos praticando a omissão.

O correto era que fizessem uma Comissão Parlamentar de Investigação para apurar os fatos e, em caso de irregularidades aplicarem as sanções que a legislação impõe. E no caso das denuncias realmente serem infundadas limpar o nome do prefeito. Vale destacar que para isso foram eleitos e recebem seus salários pagos com o dinheiro do contribuinte justamente para protegerem os cofres do município. A exceção a regra, é o vereador Júnior Silva do Progressistas cuja voz ecoa no parlamento municipal e não encontra respaldo dos seus pares.

Comentários: