Hoje Amazônia - Portal de Notícias

Quinta-feira, 18 de Julho de 2024

Geral

Condutor de Porsche que matou motorista de aplicativo se entrega à polícia

Réu por homicídio doloso, a prisão preventiva de Fernando Sastre Filho foi decretada na sexta-feira, 3, após três solicitações

Hoje Amazônia
Por Hoje Amazônia
Condutor de Porsche que matou motorista de aplicativo se entrega à polícia
Foto: Reprodução/TV Globo
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Após três dias foragido, o empresário Fernando Sastre Filho, de 24 anos, se apresentou à polícia nesta segunda-feira, 6, e foi preso. O jovem teve um pedido de prisão preventiva decretado na última sexta-feira, 3, no âmbito das investigações do acidente que terminou com a morte do motorista de aplicativo Ornaldo Viana, no final de março, em São Paulo.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), Fernando, que foi indiciado por homicídio doloso, lesão corporal e fuga do local de acidente, está preso provisoriamente na 5ª Delegacia Seccional, na Zona Leste da capital paulista. Na sequência, ele será encaminhado à audiência de custódia.

O empresário dirigia um Porsche pela Avenida Salim Farah Maluf, no dia 31 de março, quando colidiu contra o Sandero conduzido pelo motorista de aplicativo Ornaldo da Silva Viana, que veio a falecer.

Leia Também:

A defesa de Sastre já entrou com um pedido de habeas corpus no Supremo Tribunal de Justiça (STJ). O pedido considera a prisão como desproporcional e ilegal. Ele ainda será analisado.

Empresário estava foragido

A Justiça determinou a prisão preventiva do empresário Fernando Sastre de Andrade Filho, nesta sexta-feira, 3, atendendo recurso do Ministério Público de São Paulo (MPSP). Antes, três pedidos de prisão contra ele tinham sido negados ainda em primeira instância.

O desembargador João Augusto Garcia é quem assina a decisão. Segundo ele, a prisão preventiva visa "acautelar a ordem pública, ante o risco de reiteração das condutas, e garantir a regular instrução criminal".

No sábado, 4, no entanto, policiais foram até a casa de Sastre e não o encontraram.

Segundo informações da Secretaria da Segurança Pública (SSP), agentes do 30º Delegacia Policial realizaram diligências no apartamento do empresário, na Vila Regente Feijó, em São Paulo, para cumprimento do mandado de prisão expedido pela Justiça. "Após buscas na residência, o suspeito não foi localizado. As diligências prosseguem visando a sua localização e captura", complementa a pasta, em nota.

Pedido de desculpas

No domingo, 5, foi exibida uma entrevista de Fernando Sastre ao Fantástico, gravada pouco antes de sua prisão ser decretada. No programa global, o empresário pediu desculpas à família de Ornaldo Viana.

"Eu pensei nisso [em algo para dizer para a família], imaginei como se fosse com o meu pai, não tem nada que eu possa fazer ou falar que vá trazer ele de volta. A única coisa seria um pedido de desculpas sinceros, do coração", disse.

Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!