www.hojeamazonia.com.br

OPÇÕES
Logo
Sábado, 31 de julho de 2021
Publicidade
Publicidade

Política

Foto de motoqueiros apoiadores de Bolsonaro foram feitas na Lituânia e não em Rondônia

A máquina de propaganda bolsonarista é exageradamente mentirosa

Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

 

 

A fotografia de um comboio em que se vê motociclistas e pessoas em parapentes acompanhada da alegação de que se trata de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro saindo de Porto Velho foi compartilhada mais de 18 mil vezes nas redes sociais desde o último dia 7 de maio. Mas isso é falso. Com registros que datam de agosto de 2020, a imagem é de manifestantes na Lituânia durante um ato em apoio aos reformistas de Belarus.

“Hj ,motoqueiros saindo de Porto Velho/RO p ver Bolsonaro,,,,inauguração da Ponte do Abunã que liga o estado do Acre”, afirmam as legendas das postagens, que somam mais de 21 mil interações no Facebook (1, 2, 3), no Instagram (1, 2, 3) e no Twitter (1).

Essa mesma foto já circulou em inglês, mas com a afirmação de que foi feita na África do Sul em um protesto contra a violência com agricultores no país.

Em 7 de maio de 2021, Jair Bolsonaro realmente participou da inauguração da Ponte do Abunã, que liga os estados do Acre e Rondônia, durante a qual andou de motocicleta acompanhado do empresário Luciano Hang.

Mas a foto viralizada de pessoas em motocicletas e parapentes não foi, contudo, tirada em Rondônia, ou sequer no Brasil.

Uma busca reversa pela foto no Google levou a uma publicação no Twitter com data de 23 de agosto de 2020, mais de seis meses antes da inauguração da ponte que liga dois estados do norte do Brasil, como afirmam as postagens nas redes sociais.

“Lindas cenas da Lituânia hoje, onde 50 mil pessoas formaram uma cadeia de solidariedade de Vilnius até a fronteira bielorrussa”, indica o tuíte, traduzido do inglês, ilustrado com a imagem dos motociclistas e que contém a marca d’água da Nexta, um site com sede em Belarus e que usa o Telegram como canal de informação.

Uma análise da fotografia permite identificar duas bandeiras da Lituânia na lateral da estrada.

Um vídeo publicado em 24 de agosto de 2020 pela emissora Euronews também mostra várias pessoas descendo de parapente, semelhante à cena vista na foto viral.

Dezenas de milhares de lituanos se manifestaram em 23 de agosto de 2020 em solidariedade aos protestos em massa na vizinha Belarus contra o presidente Alexander Lukashenko, após as disputadas eleições.

Comícios solidários também foram realizados em outros países europeus. Os movimentos foram inspirados pela histórica manifestação “Cadeia Báltica”, de 23 de agosto de 1989, quando mais de um milhão de lituanos, letões e estonianos se uniram contra o domínio soviético.

Comentários:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade