Hoje Amazônia - Portal de Notícias

Quinta-feira, 18 de Julho de 2024

Policial

Marido é o mandante da morte da esposa em Espigão Do Oeste; caseiro confessa ser o executor

Os suspeitos estão presos provisoriamente, para que as investigações sejam finalizadas

Hoje Amazônia
Por Hoje Amazônia
Marido é o mandante da morte da esposa em Espigão Do Oeste; caseiro confessa ser o executor
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Um caseiro confessou ter matado uma mulher identificada como Maria José de Jesus Hoffmann, com disparo de arma de fogo no pescoço, na zona rural de Espigão D’Oeste (RO), na última semana de maio. O marido de Maria está sendo investigado por ser o mandante do crime.

De acordo com a polícia que investiga o caso, os suspeitos do crime foram presos nesta última semana. O caseiro confessou o crime e contou que o marido da vítima havia oferecido cerca de 55 mil reais para tirar a vida de Maria.

O caseiro disse que o marido contou que Maria pretendia se separar e ele não queria a separação. Por esse motivo, ofereceu o dinheiro para que o homem cometesse o homicídio, pois não tinha coragem de cometer o crime com as “próprias mãos”.

Leia Também:

O marido deu outra versão, negou ser o mandante e disse não ter oferecido dinheiro para matar a esposa. A arma usada no crime pode ser uma das três armas apreendidas na fazenda no dia do crime, mas isso só será comprovado após o laudo da perícia técnica.

A Polícia Civil de Espigão D’Oeste investiga o caso como homicídio. Os suspeitos estão presos provisoriamente, para que as investigações sejam finalizadas.

Entenda o caso:

Maria José de Jesus Hoffmann foi morta após ser atingida no pescoço por um disparo de arma de fogo, na zona rural de Espigão D’Oeste (RO).

De acordo com o boletim de ocorrência, o funcionário da fazenda disse que não viu o autor dos disparos, só ouviu o barulho vindo da casa dos proprietários da propriedade.

O esposo de Maria relatou à polícia que, no horário do crime, estava assistindo televisão enquanto a esposa estava arrumando a casa para dormir e, quando ela foi fechar a cortina da janela, foi atingida por um único tiro no pescoço e morreu no local.

O homem também não soube informar quem foi o autor nem o que teria motivado o crime. Na casa do caseiro, foram apreendidas duas armas que pertenciam ao esposo da vítima. Na casa da vítima, foi apreendida uma terceira arma, todas do tipo espingarda.

Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!