www.hojeamazonia.com.br

OPÇÕES
Logo
Sexta, 12 de agosto de 2022

Esporte

Para dispensar Neymar, PSG precisa desembolsar R$ 1,1 bilhão

O jogador está protegido por contrato até 2025 com o PSG. E direito à renovação automática até 2027.

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Neymar festeja. Tem R$ 1,1 bilhão a receber do PSG. Não é fácil se livrar do brasileiro. Jornais franceses ignoram boatos de saída

O periódico de Madri publicou que Neymar foi avisado de que o PSG não quer seguir com seu futebol. Apesar de ter renovado, em 2021, seu contrato até 2025, com extensão até 2027, a direção do clube teria resolvido se livrar do brasileiro.

Por conta da reformulação de conceitos que dominará o PSG, desde a chegada do português Luís Campos, como executivo de futebol, no lugar do brasileiro demitido Leonardo.

De acordo com a matéria, Mbappé teria sido fundamental para que a direção entendesse que o brasileiro seria péssimo exemplo. O atacante, em conversa com a cúpula do clube e com o presidente Nasser Al-Khelaifi, teria mostrado a "péssima influência" do camisa 10 do time.

Que o brasileiro não gosta de treinar, tendo atuado com 3 ou 4 quilos acima do seu peso ideal. E também pelo seu comportamento fora de campo.

O pai do jogador teria sido avisado. E teria respondido que há contrato assinado e que o PSG deve 200 milhões de euros, cerca de R$ 1,1 bilhão, ao filho.

Neymar teria ficado "humilhado" e mostrado interesse em jogar em outro clube.

Chelsea, por conta do treinador Thomaz Tuchel, com quem trabalhou no PSG. Manchester United, para formar dupla com Cristiano Ronaldo.

Newcastle, por conta do dinheiro da família real da Arábia Saudita, que assumiu o clube.

O "eterno" retorno ao Barcelona, por conta do que fez no melhor momento de sua carreira.

Ou a ida para a Juventus, que formará uma grande equipe para esta nova temporada.

O que chega a ser muito estranho é que os veículos de comunicação da França, principalmente os de Paris, seguem trabalhando com a permanência de Neymar no PSG.

Admitem que a cobrança será muito mais forte, com a chegada de Luís Campos, que trabalhou com Mbappé no Monaco. Mas que Neymar seguirá na França.

E que não houve comunicado algum sobre saída. Apenas que o modo de trabalho será muito diferente do que era na época de Leonardo.

Neymar segue sendo considerado jogador importantíssimo para o elenco, que está sendo reforçado.

A preocupação principal não seria com Neymar, mas com a saída de Mauricio Pochettino. Christophe Galtier, que se desligou do Nice, deverá ser o novo treinador do PSG. E ele é muito mais exigente no aspecto disciplinar do que o argentino.

Enquanto isso, sem dar a menor demonstração de preocupação sobre a matéria que teria recebido o aviso de que não continuaria no PSG, Neymar aproveita as férias no Brasil.

Postou fotos com a namorada em uma festa junina que fez em sua mansão, em Mangaratiba. Para variar, inúmeras fotos e vídeos foram divulgados. Desde ele cantando com o velocista Paulo André até modelos em roupas "caipiras" estilizadas, muito curtas. O de sempre.

A grande diferença é que Neymar já tem 30 anos e está a cinco meses de uma Copa do Mundo.

 que não há a menor menção de preparação especial para a temporada que começará no próximo mês.

Nem para tentar fazer do PSG pela primeira vez campeão da Champions League.

Ou lutar para fazer o Brasil reconquistar a Copa do Mundo, depois de 20 anos.

Não, apenas fotos das farras que mal começaram.

Neymar está em férias, é seu direito farrear, mas não custava se preservar, se preparar para o próximo semestre de extrema cobrança, no PSG com "novo espírito" e na seleção brasileira, desesperada para voltar a ser campeã no Catar.

 

Fonte/Créditos: metropoles

Comentários: