www.hojeamazonia.com.br

OPÇÕES
Logo
Sábado, 02 de julho de 2022

Ciência & Tecnologia

Instituto Adolfo Lutz confirma 1° caso de varíola do macaco no país

Foi confirmado oficialmente nesta quinta-feira (9/6), em São Paulo, o primeiro caso de monkeypox no Brasil

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

São Paulo – Foi confirmado oficialmente nesta quinta-feira (9/6), em São Paulo, o primeiro caso de monkeypox – a varíola dos macacos – no Brasil. Trata-se de um homem de 41 anos, isolado no Instituto de Infectologia Emílio Ribas.

Ele foi testado e a confirmação da doença veio após análise do Instituto Adolfo Lutz.

O paciente viajou para Portugal e Espanha recentemente, e começou a sentir febre e dor de cabeça em 28 de maio.

“A confirmação ocorreu pelo Instituto Adolfo Lutz após realização de diagnóstico diferencial de detecção por RT-PCR do vírus Varicela Zoster (com resultado negativo) e análise metagenômica do material genético, quando então foi identificado o genoma do Monkeypox vírus”, informou a Secretaria Estadual de Saúde.

O governo ainda monitora um outro caso em São Paulo, de uma mulher de 26 anos, com sintomas da varíola do macaco. Seu resultado do teste ainda não saiu.

Recentemente, diversos países têm registrado casos de pacientes diagnosticados com varíola de macaco, doença rara causada pelo vírus da varíola símia. Segundo a OMS, a condição não é considerada grave: a taxa de mortalidade é de 1 caso a cada 100. Porém, é a primeira vez que se tornou identificada em grande escala fora do continente africanoGetty Images

Além do caso agora confirmado em São Paulo e do que ainda está em análise, o Ministério da Saúde monitora mais seis pessoas nos estados de Roraima, Ceará, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Fonte/Créditos: METROPOLES

Comentários: