www.hojeamazonia.com.br

OPÇÕES
Logo
Domingo, 09 de maio de 2021
Publicidade
Publicidade

Agro

PM de Rondônia atira para dispersar produtores de leite, em Machadinho do Oeste

“Operando como escolta privada dos laticínios, PM intimida produtores atirando para cima”

Publicidade
Publicidade
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

               Cumprindo ordens governamentais, a Policia Militar está operando na condição de “segurança privada”, fazendo escolta dos caminhões tanque que transportam o leite recolhido em grandes propriedades rurais até as indústrias. Ontem, na entrada da cidade de Machadinho, os veículos escoltados pela PM encontraram dezenas de pequenos produtores de leite, em manifestação pacífica. Mesmo assim a situação ficou tensa. A PM, para intimidar os produtores, atirou para o alto, conforme pode se vê no vídeo que circula nas redes sociais e republicado aqui.   

O movimento grevista é uma tentativa de garantir preço mínimo justo para o leite, pequenos e médios produtores suspenderam as entregas para os laticínios, num movimento pacífico no Estado inteiro. As indústrias de transformação de alimentos estão pagando 1,20 por litro de leite, no mês de março, aos produtores de pequeno e médio porte. Com um custo de produção estimado em mais de 1,10, a pecuária leiteira é,  no momento, viável apenas para os grandes produtores, que recebem cerca de 2,00 por litro entregue aos laticínios.

Até agora o Governo do Estado não se pronunciou. Ontem, as 18hs36, a editoria do hojeamazonia.com entrou em contato com o Secretário de Estado da Agricultura, Evandro Padovani. As 19hs13 o Secretário respondeu, informando que manhã de hoje divulgaria nota informando o que o Governo vem fazendo na intermediação e solução da questão. Até a publicação dessa matéria, isso não tinha acontecido.

                

Comentários:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade