www.hojeamazonia.com.br

OPÇÕES
Logo
Sábado, 12 de junho de 2021
Publicidade
Publicidade

Agro

Laticinios também tem custo de produção elevado – só a embalagem custa 75 centavos

Produtores continuam em protesto/greve no Estado inteiro

Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

               

               Os pequenos produtores de leite de Rondônia estão mobilizados desde ontem, quando decidiram “endurecer” o movimento, numa tentativa de acelerar as negociações com os laticínios no que refere ao valor pago por litro de leite aos pequenos e médios produtores. Na nova fase do movimento, os produtores bloquearam acesso aos laticínios em Rolim de Moura e tentam repetir a operação em outros municípios.

               Informações obtidas pela editoria desse site revelam que as indústrias de transformação do leite também enfrentam problemas do elevado custo no processamento do produto. Só a embalagem especial “longa vida” onde vai o leite depois de processado, aquela “caixinha”, custa 0,75 centavos a unidade. O transporte do leite custa, em média, já que existem fatores variáveis,  0,12 centavos por quilometro rodado. O valor pago ao produtor, segundo a fonte, é no mínimo 1 real e 40 centavos, já que a indústria paga 20 centavos ao trabalhador que leva o leite até o tanque de resfriamento.

Incluindo as despesas com funcionários, energia, água, impostos, manutenção de máquinas e transporte da indústria até os mercados, o custo de produção pode variar entre e 2 reais e 2,20, podendo, em situações específicas, subir um pouco mais. Como a industria de transformação do leite entrega ao comércio a 2,50 reais, a margem de lucro não é exagerada.

O Conseleite (Conselho Paritário de Produtores/Industrias do Leite em Rondônia) divulgou, dia 20, Resolução onde estabelece o preço mínimo a ser pago aos produtores e também diversos fatores que podem aumentar o valor ou até diminuir. Veja o  documento na pagina interna. 

 

Comentários:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade